Farmacovigilância – Qual sua importância para a saúde?

17/09/2020

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a farmacovigilância é definida como “a ciência e atividades relativas à identificação, avaliação, compreensão e prevenção de efeitos adversos ou quaisquer problemas relacionados ao uso de medicamentos”.

Esse conceito foi criado para garantir o bom uso, qualidade, segurança e eficácia dos medicamentos, fatores que são comprovados por estudos clínicos e controlados pela detecção antecipada de problemas nesses medicamentos.

farmacovigilancia

Como surgiu a farmacovigilância?

O início da farmacovigilância foi marcado pelo “desastre da talidomida” nos anos 1950 e 1960, quando surgiram milhares de casos de focomelia, uma rara malformação congênita, causada pelo uso da talidomida para prevenção de náuseas em mulheres grávidas.

Uma revisão nos estudos da pré-comercialização do medicamento indicou uma má interpretação de dados, o que gerou maior atenção aos padrões de segurança. A partir daí, em 1968, a Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou a fase piloto do Programa Internacional de Monitorização de Reações Adversas a Medicamento, que hoje é operacionalizado pelo Uppsala Monitoring Centre (UMC), na Suécia, e reúne mais de 130 países.

No Brasil, nas décadas de 1960 e 1970, surgiu a legislação sanitária de medicamentos, que vigora até hoje. Desde então, foram desenvolvidos Centros de Informação de Medicamentos e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pelos sistemas de vigilância toxicológica e farmacológica.

A Anvisa também é responsável por regular, controlar e fiscalizar medicamentos de uso humano que representam risco à saúde pública, viabilizando a implementação de um programa de farmacovigilância no país.

A importância da farmacovigilância na saúde

Os medicamentos são agentes importantes na saúde e têm grande responsabilidade na melhora da qualidade de vida das pessoas, porém, para que sejam eficazes, eles precisam ser usados de forma adequada e segura.

A farmacovigilância tem um papel importante na saúde, pois é capaz de identificar problemas relacionados ao uso de algum medicamento, com o objetivo de prevenir e minimizar eventuais riscos à saúde dos pacientes, como os eventos adversos.

Os Eventos Adversos a Medicamentos (EAM) são qualquer reação desagradável em pacientes durante o tratamento com algum medicamento e podem representar danos à sua saúde de forma não intencional.

Entre os eventos adversos mais comuns estão as Reações Adversas aos Medicamentos (RAM), que são os efeitos não esperados no corpo do paciente. Também são classificados como eventos adversos os erros de medicação, desvios de qualidade no medicamento, uso indevido, interações medicamentosas e intoxicações.

Quando há algum problema no uso de medicamentos, como as reações adversas, perda de eficácia, intoxicações e demais eventos, o profissional de saúde deve notificar os centros de farmacovigilância e o laboratório responsável pelo medicamento.

A farmacovigilância, por meio das notificações de ocorrência desses eventos, consegue conhecer melhor o perfil do medicamento ao criar um levantamento dos problemas decorrentes de seu uso e a frequência com que eles ocorrem.

Essas informações são passadas aos profissionais de saúde para que eles possam analisar e prescrever o fármaco mais apropriado para tratar um paciente. O acesso a essas informações, além de permitir que médicos ofereçam o tratamento mais adequado ao paciente, produz resultados benéficos e previne uma série de reações não desejadas.

O impacto na indústria farmacêutica

farmacovigilancia

A indústria farmacêutica desempenha um papel importante junto à farmacovigilância, pois ela deve garantir que os medicamentos cheguem ao consumidor de forma segura.

Para oferecer maior segurança em farmacovigilância, a indústria farmacêutica deve ter uma equipe preparada para coletar e avaliar dados das possíveis causas das reações e eventos adversos relacionados ao uso de fármacos. Além disso, a indústria farmacêutica deve gerenciar os dados e disponibilizar as informações obtidas aos órgãos de farmacovigilância. Esta é uma forma de detectar e prevenir os eventos adversos e que auxilia a garantir a proteção da saúde dos pacientes.

O SAC, Serviço de Atendimento ao Cliente, é obrigatório na indústria farmacêutica e responsável por capturar os dados sobre a segurança dos medicamentos. Entre as funções do serviço de atendimento ao cliente estão a orientação aos pacientes sobre o uso correto dos fármacos e o recebimento de notificações de suspeitas de reações adversas associadas ao uso dos medicamentos.

Para ser mais eficiente, ter um profissional da área de saúde no SAC da indústria farmacêutica permite oferecer um atendimento personalizado, utilizando uma comunicação adequada com os pacientes e, assim, conseguir passar as orientações necessárias de forma mais clara, melhorando o entendimento das informações. No SAC, o profissional de saúde consegue passar aos pacientes informações sobre o uso correto de medicamentos, posologia, esclarecer dúvidas, entre outros assuntos.

O papel da ProxisMed com a Farmacovigilância

Com a finalidade de oferecer suporte à saúde e maior segurança aos pacientes, a ProxisMed põe à disposição um serviço especializado em farmacovigilância e call center para a área de saúde.

Atuamos no acompanhamento da jornada dos medicamentos, com um serviço de atendimento ao cliente realizado por profissionais da saúde. Para otimizar a experiência do paciente, os profissionais que atuam no atendimento também recebem uma capacitação de farmacovigilância.

Assim, garantimos a qualidade no atendimento ao paciente, com esclarecimentos de dúvidas, orientações e informações sobre os medicamentos, e também conseguimos reportar informações de eventos adversos de forma eficiente.

farmacovigilancia

A ProxisMed é especializada na jornada de relacionamento em saúde. Temos soluções completas, que incluem o Programa de Suporte ao Paciente e o Programa de Benefícios em Medicamentos, que oferecem suporte na otimização de custos na área da saúde.

Temos mais de 20 anos de experiência em serviços de atendimento e promoção da saúde e nossa metodologia de atendimento conta com serviços diferenciados de healthcare.

Contamos com uma plataforma CRM omnichannel e equipe especializada na saúde para que sua empresa tenha um sistema de gestão de saúde completo e fácil de usar. Acompanhe toda a jornada do paciente, usando a tecnologia aliada ao relacionamento especializado na área.

Entre em contato com nossa equipe de resolvedores e conheça nossas soluções para hospitais, clínicas, indústrias farmacêuticas e outras empresas. Continue acompanhando as novidades em nosso blog e visite-nos também nas redes sociais Instagram, Facebook e LinkedIn. Até a próxima!

Posts Relacionados

Gerenciamento de Pacientes Crônicos (GDC), como funciona?
Gerenciamento de Pacientes Crônicos (GDC), como funciona?

Os pacientes crônicos são aqueles que possuem doenças de longa duração e de progressão lenta, que a longo prazo, podem causar danos irreversíveis à saúde. As doenças crônicas são categorizadas como não-transmissíveis (DCNT) ou transmissíveis. Muitas vezes elas não têm...

ler mais
Autogestão do Plano de Saúde nas Empresas
Autogestão do Plano de Saúde nas Empresas

A medicina do trabalho é a área responsável pelo atendimento médico para colaboradores, indispensável para qualquer tipo de empresa. A assistência promovida pela medicina do trabalho ajuda na prevenção de doenças envolvidas com as atividades corporativas e cuidados...

ler mais
Falar com Vendas
Precisa de Ajuda?
👋 Quer otimizar custos com Call Center, Telemarketing, Jornada do Paciente e Telemedicina? Fale com Vendas Agora 😉

Fazer Ligação
Enviar Currículo