A importância dos profissionais de jaleco branco no engajamento da saúde

23/07/2019
Conteúdo validado por Luciana Soldá, Head da Proxismed

Por muito tempo, os médicos eram os únicos profissionais a quem as pessoas recorriam e confiavam seus problemas de saúde. Pelo conhecimento da medicina, esses profissionais sempre inspiraram respeito e autoridade, principalmente os que têm mais tempo de experiência na profissão.

Quando os primeiros jalecos surgiram, ainda na idade média, por exemplo, os médicos que utilizavam os tecidos mais escuros e manchados ganhavam maior reconhecimento da população, pois esses detalhes nas vestimentas indicavam que muitos pacientes haviam sido tratados por eles.

Hoje, algumas coisas mudaram. Os jalecos são brancos por causa das normas de assepsia, e, apesar de os médicos continuarem a ser referências importantes, eles enfrentam um grande desafio: o de engajar os pacientes com a saúde em uma era em que as informações se espalham rapidamente por meio de diversos canais de comunicação.

Para ter uma ideia, a maior parte das buscas por informações sobre patologias e medicamentos acontece fora dos consultórios médicos. Segundo um levantamento realizado pelo Instituto de Ciência Tecnologia e Qualidade (ICTQ) em 12 capitais brasileiras, 76,4% dos brasileiros consomem medicamentos por indicação de familiares ou amigos e 68% recomendam remédios a outras pessoas.

Outro ponto importante para se destacar nesse cenário é que o paciente que chega hoje aos consultórios, de um modo geral, já buscou informações sobre suas condições e espera do médico um atendimento cada vez mais personalizado.

Portanto, para que a adesão aos tratamentos e os cuidados com a saúde sejam efetivos entre a população, é fundamental que os profissionais e centros médicos busquem soluções e estratégias para se adequar a essa nova realidade.

Atenção centrada no paciente

Colocar o paciente e sua experiência no centro como forma de engajá-lo com a saúde é uma estratégia já bastante priorizada ao redor do mundo e que aos poucos tem começado a ser explorada no Brasil.

Um exemplo é o investimento das instituições médicas e até mesmo do próprio Ministério da Saúde na formação de equipes de médicos da família. O objetivo desses profissionais é realizar o acompanhamento contínuo dos pacientes e fornecer as orientações mais adequadas de cuidados com o bem-estar e uso de medicamentos.

Como forma de otimizar todo esse processo dos médicos da família e alcançar os objetivos de engajamento com a saúde, já existem formas de fornecer atendimentos remotos e presenciais por equipes multidisciplinares com o amparo de soluções tecnológicas, que garantem resultados em saúde mais efetivos.

Como a Proxis pode ajudá-lo

Por meio da união entre tecnologia e atendimento humanizado, a Proxis é uma empresa especializada em jornada de relacionamento em saúde, com soluções que visam a prevenção, diagnóstico precoce, tratamento e qualidade de vida do paciente.

Entre os serviços disponibilizados estão o monitoramento e o acompanhamento de toda a jornada do paciente por meio de uma plataforma omnichannel, que engloba canais digitais, inteligência artificial, machine learning, entre outras ferramentas.

A solução é amparada por uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde, como médicos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, entre outros especialistas, que realizam todo o contato humanizado, seja ele remoto ou presencial, com os pacientes. O diferencial do atendimento remoto é a facilidade e a rapidez com que possa ser levada informações em saúde aos pacientes que moram em locais distantes e restritos.

O sistema omnichannel integra todos os canais de comunicação com o paciente, personalizando os contatos, centralizando histórico de saúde e qualquer outra informação relevante e garantindo uma melhor fluidez na jornada. Além disso, a solução permite conhecer os comportamentos, os hábitos de de vida, entre outras informações importantes do paciente, o que possibilita o desenvolvimento de estratégias de prevenção e tratamento mais assertivas.

Um exemplo de uma aplicação omnichannel na área da saúde é quando um paciente entra em contato com a operadora para tirar dúvidas de um medicamento. Ao conversar com o assistente, seja por telefone, WhatsApp ou outro canal, a central já localiza todo o histórico de saúde e de atendimentos anteriores desse indivíduo, o que facilita fornecer as recomendações mais adequadas.

Outro ponto importante dessa plataforma é a integração com serviços de inteligência artificial, os quais permitem realizar uma série de ações estratégicas, como por exemplo, o mapeamento de fatores de risco e análise de informações genéticas, possibilitando antecipar diagnósticos e adotar medidas preventivas.

Posts Relacionados

Autogestão do Plano de Saúde nas Empresas
Autogestão do Plano de Saúde nas Empresas

A medicina do trabalho é a área responsável pelo atendimento médico para colaboradores, indispensável para qualquer tipo de empresa. A assistência promovida pela medicina do trabalho ajuda na prevenção de doenças envolvidas com as atividades corporativas e cuidados...

ler mais
Teleconsulta, o que é e como funciona?
Teleconsulta, o que é e como funciona?

A tecnologia já atingiu diversas áreas, e com a saúde não foi diferente. Na saúde, os avanços tecnológicos promovem melhorias para profissionais e pacientes. Da necessidade de expandir as formas de atendimento ao paciente, surgiu a telemedicina. A telemedicina é uma...

ler mais
Terceirização de Telemarketing
Terceirização de Telemarketing

Manter o bom relacionamento com o cliente é fundamental para o sucesso de qualquer organização. Para isso, as empresas devem estar preparadas para oferecer um atendimento personalizado, que envolve a resolução de problemas, esclarecimento de dúvidas e que atenda no...

ler mais
Falar com Vendas
Precisa de Ajuda?
👋 Quer otimizar custos com Call Center, Telemarketing, Jornada do Paciente e Telemedicina? Fale com Vendas Agora 😉

Fazer Ligação
Enviar Currículo