Inovamos para cuidar e ser cuidado

27/07/2020
proxis

Enquanto a maioria das empresas vê a inesperada crise sanitária como o grande “mal” deste século e segue na luta pela sobrevivência, uma minoria mobiliza todos os esforços para se adaptar ao novo que nasceu de repente, reinventando modelos de negócio e construindo formas criativas para driblar a incerteza e minimizar os impactos decorrentes da Covid-19.

Evidentemente, mesmo que drásticas, mudanças emergenciais devem ser tomadas com coragem. E, neste cenário, a capacidade de adaptação e antecipação às tendências são as grandes questões fundamentais. Assim, a reestruturação das equipes, a migração para o modelo de trabalho em home office e a conexão contínua entre os colaboradores são essenciais.

A Proxis está entre a minoria que vivencia e ultrapassa as novas dificuldades causadas pela crise, crescendo. A meta diária é reunir forças e resiliência para transformar cada um dos obstáculos em grandes oportunidades.

Em total sintonia com o principal valor da companhia, “Ser humano, sempre”, a Proxis prioriza a comunicação constante com seus resolvedores. Assim, com a criação de canal exclusivo – o #tamojunto -, os gestores investem grande parte do tempo no acompanhamento e contato com as equipes. E, ao intensificar o relacionamento humano, podem contribuir para o cumprimento de metas.

“Cuidar e ser cuidado!” (nosso lema) nunca significou tanto!

Investimentos em plataforma personalizada de educação online transformou o modelo tradicional de aprendizagem em um processo de desenvolvimento contínuo e dinâmico, possibilitando que o “resolvedor” tenha treinamento e se aprimore de forma autônoma. Além disso, a área de talentos humanos realiza o mapeamento e o monitoramento do desenvolvimento individual de cada colaborador. Ganhou escala sem perder padronização e qualidade.

Na contramão da avalanche de demissões, a Proxis está otimizando contratações, transformando as etapas de recrutamento e seleção em um processo mais sofisticado e inteligente, em grande parte online. E é essa automatização que proporciona mais eficiência e assertividade. Exemplo de como a adversidade é transformadora. A grande verdade é que todas as empresas foram forçadas a ocupar um novo lugar. Para tanto, flexibilidade e adaptação ainda são quesitos essenciais. 

Somos sobreviventes! E isso tudo serve para nos tornar ainda mais humanos, especialmente pela consciência da finitude, que faz com que cada instante seja ainda mais precioso.

Agora, como diz nosso presidente Jimmy Cygler, estamos na era do “corra ou morra”. Então, corra e muuuito, afinal estamos bem vivos!

WhatsApp Image 2020-08-03 at 10.50.15.jpeg

Sonia Souza
Gerente de Talentos Humanos

Formada em Psicologia, Comunicação e MBA em Marketing de Serviços. 25 anos de carreira voltada ao Desenvolvimento humano e Educação corporativa.

Posts Relacionados

Como implantar a telemedicina na sua empresa
Como implantar a telemedicina na sua empresa

Cuidar da saúde é uma atitude extremamente importante para o bem-estar e, por isso, não pode ser negligenciada. No entanto, com a chegada do novo coronavírus e o crescente número de casos de covid-19 no país, doença causada pelo vírus, houve certa insegurança em...

ler mais
Como funciona um contact center bilíngue ou trilíngue
Como funciona um contact center bilíngue ou trilíngue

O domínio de outras línguas deixou de ser um grande diferencial para se tornar uma necessidade para o setor de atendimento ao cliente, principalmente no call center e telemarketing. A globalização expandiu a visibilidade do mercado brasileiro para outros países e,...

ler mais
Falar com Vendas
Precisa de Ajuda?
👋 Quer otimizar custos com Call Center, Telemarketing, Jornada do Paciente e Telemedicina? Fale com Vendas Agora 😉

Fazer Ligação
Enviar Currículo